[Artigo Oficial] Passo a Passo, pequeno Burchan!

[Artigo Oficial] Passo a Passo, pequeno Burchan!

[Artigo Oficial] Passo a Passo, pequeno Burchan!

0 comments 📅15 agosto 2016, 21:43
O-O-Onde… Onde estou? Alguma coisa deve ter dado errado. Este não é o lugar onde eu deveria ter pousado…
Ele supostamente chegaria à um velho templo, no entanto, a sala em que ele apareceu parecia com tudo menos isso. Burchan observou a área ao seu redor. Ele se encontrava dentro de uma pequena caverna. Em um segundo olhar não parecia ser uma caverna de forma alguma, mas um porão ao invés disso. Um velho, desprovido porão.

Eu tenho que focar… Não é preciso entrar em pânico. Onde está esse pedaço de papel…?

Ele procurou em seus bolsos e pegou um papel velho de seu bolso esquerdo. Alguma letras estavam apagadas, por isso ele teve que se esforçar para ler as palavras.

noterookgaard_small

Vá _ra Ilha de no_ R_o_ga_d. Encontre Vascalir. ________ Academy. De pressa ____ problema

Que belo começo… ele pensou enquanto subia uma escada para o andar superior, de onde ele tinha ouvido vozes e risadas. Ao chegar no topo, ele estava no meio de um posto avançado de aventureiros com muitos humanos correndo para diferentes saídas, trocando de roupa rapidamente toda vez que saiam do prédio. Murmurando alguns encantamentos, runas e vocações à escolher. Aquelas palavras pareciam meio perdidas para Burchan. À medida que olhava ao redor, ele avistou um homem atrás de um balcão de nome Inigo. Enquanto se aproximava dele, Inigo olhou para Burchan como se já soubesse quem ele era e lhe ofereceu assistência, o que ajudou Burchan a reunir algumas respostas. Ele estava em Dawnport, um local onde humanos aprendem a lutar e se preparar para a dura jornada em um mundo repleto de perigo e brutalidade.

Burchan lembrou-se das palavras no velho pedaço de papel. Dawnport definitivamente não era mencionada nele. Eu preciso ir para um lugar chamado Riotguard ou algo do tipo. Você já ouviu sobre alguma ilha com este nome ou algum parecido? Por favor, me diga. Inigo parecia não reconhecer nenhum lugar assim, enquanto sussurrava o nome várias vezes. De repente seus olhos se arregalaram e ele disse: Rookgaard! Existe uma ilha chamada Rookgaard. Eu costumava visitá-la à muito tempo atrás.

Burchan estava aliviado e satisfeito. Rookgaard. Era uma ilha e combinava com a maioria das letras que ele tinha sido capaz de decifrar. Era sua melhor chance. Este era o lugar onde ele precisava ir. Era lá que sua jornada começaria.Sim, suponho que esta seja a ilha que eu estou procurando! Você poderia me levar até lá? Tão rápido quanto ele manifestou suas intenções, Inigo abriu um portal e um momento depois Burchan estava dentro de um pequeno templo, bem longe do local onde começara. Olhando para trás para o portal que se fechava ele acenou para seu novo amigo, a quem ele provavelmente nunca veria de novo.

Quando ele se virou, ele se deparou com um monge. O velho amigável vestia uma roupa marrom e apresentou-se como Cipfried. Ele ofereceu a Burchan para vim até ele sempre que ele estivesse em apuros. Como Rookgaard é um lugar perigoso suas habilidades de cura podem servir. Como o monge apresentou animais selvagens e bestas, Burchan decidiu verificar seus equipamentos. Um club, uma jaqueta comum, algumas tochas e uma corda era tudo o que ele encontrou em sua mochila. Além disso, três moedas de ouro chacoalhavam em seu bolso ao lado de uma maçã vermelha. Não é muito, mas é melhor do que nada.Talvez eu possa estocar meu inventário na próxima cidade, pensou ele, enquanto se dirigia para o norte para encontrar Vascalir.

A cidade que ele encontrou era pequena. No entanto, um edifício gigante dominava a paisagem urbana. Era a “Royal Tibian Adventurers Academy. Burchan pegou a nota do bolso. Ele se lembrava corretamente: Uma academia foi mencionada. Ele entrou no prédio e viu um homem de cabelos vermelhos e armadura verde. O homem era Vascalir. Ele parecia cansado. Rookgaard está em apuros”, ele começou a conversa com Burchan. Sua voz soava desesperada e com pouca força. Este homem deve ter visto coisas terríveis, seus olhos pareciam vazios, sem esperança. Ele soluçava tristemente antes de começar a contar sua história: Kraknaknork, uma besta poderosa proveniente da raça orc, estava aterrorizando a cidade e nenhum ser humano tinha sido capaz de competir com ele até agora.

Quando Burchan mostrou-lhe o pedaço de papel, Vascalir parecia sem fôlego por um momento. Ele apenas ficou lá apoiando-se em uma estante. Você… você não é deste mundo, não é? Eu mandei essa carta há muito tempo através de um portal para outra dimensão. Nosso melhor mágico foi capaz de abri-la por um curto período de tempo. No entanto, ele acabou por ter apenas uma chance. Eu não tinha certeza se a minha mensagem iria chegar. Hail para Fardos e Uman por trazer você aqui! Burchan não tinha certeza de como lidar com a situação. Sim, ele foi enviado a esta dimensão por seu avô mais velho. Parecia uma boa ideia para ele, viajar a este mundo chamado Tibia. Burchan era um homem jovem e inexperiente, que precisava de algum treinamento para se tornar um verdadeiro guerreiro, mas lutar contra um orc todo-poderoso? Essa coisa toda parecia maneira na sua cabeça. Ele começou a suar enquanto olhava para Vascalir. Oh, onde que eu fui me meter? Vascalir por outro lado, estava em chamas. A palidez em seu rosto desapareceu e eles começaram a brilhar. Um minuto atrás, havia um homem parado na frente de Burchan que tinha sido devastado e quebrado. Quase pronto para desistir. Agora, no entanto, havia um guerreiro, recuperado com força e esperança por um futuro brilhante. E ele era a razão para essa transformação. Não, ele não poderia desistir disso. “Vamos fazer isso!” disse ele.

Mas eu tenho que confessar uma coisa, Vascalir. Eu não sou o herói que você espera que eu seja. Eu não tenho nenhum equipamento adequado e ainda falta-me força para competir contra um orc. Burchan tinha que dizer-lhe. Eu vejo”, afirmou Vascalir. Bem, no entanto, há um enorme potencial dentro de você, eu posso sentir isso. Por enquanto, vou dar-lhe algumas tarefas menores que o ajudará a melhorar a sua força e quem sabe, talvez você também possa ganhar algum equipamento melhor.

Durante os dias e semanas seguintes Burchan passou seu tempo carregando pedras pesadas para catapultas e caçando alguns ratos dentro das muralhas da cidade. Após concluir com sucesso todas as tarefas que lhe foram dadas, ele ganhou um escudo e uma sabre como recompensa. Ele deixou uma impressão muito boa, por isso, ele foi obrigado a fazer algumas tarefas fora da cidade. Recebeu todas as tarefas e terminou elas com sucesso, ele sentia-se mais forte. Logo, ele foi capaz de lutar contra insetos menores e cobras. Cada vez mais suas habilidades crescia mais e mais. Cipfried tornou-se uma grande ajuda depois que voltava de suas caçadas. Ele quem estava lá quando Burchan voltou de uma caverna de aranhas, envenenado e quase morrendo após ser mordido por uma aranha rainha perigosa. Ele estava agonizando-se por semanas e foi capaz de sobreviver apenas pelo conhecimento de cura do monge. Cipfried também removeu incontáveis dentes de lobos de seus ossos e costurou as feridas depois que ele foi perseguido por uma matilha de lobos. Muitas vezes Burchan viu uma luz no fim do túnel, mas foi arrancado das garras da morte no último momento.

fightingwayoutMesmo que Burchan esteja melhorando a cada dia, a situação para a cidade tornou-se cada vez pior. Trolls conseguiram construir um túnel e entrar no porão da academia onde eles atearam fogo a tudo o que parecia inflamável. Se não fosse o serviço heroico de Burchan, um livro precioso e importante sobre a linguagem dos orc teria sido perdido para sempre. Era hora de lutar novamente. Burchan tinha ganhado tanto poder, que ele facilmente lutou através de masmorras dos trolls e foi capaz de destruir o túnel para a academia. Junto com Vascalir ele fez um plano sobre como infiltrar a fortaleza dos orcs e envenenar Kraknaknork para finalmente trazer de volta a paz para a cidade. Depois de recuperar um veneno mortal das vespas e de lutar contra os mortos na cripta do cemitério, tudo estava pronto para a última grande batalha. Burchan sabia que havia chegado a hora de cumprir sua tarefa. Ou ele estava condenado a morrer ou ele seria capaz de ter sucesso e libertar a cidade de seus vizinhos malignos.

Sem comentários

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a
escrever um comentário